5 dicas para evitar problemas com o Fisco

A autuação fiscal é uma das maiores preocupações para os empresários de nosso país, pois o Brasil tem um dos sistemas tributários mais complexos do mundo, além de uma carga tributária essencialmente alta. Isso faz com que seja fundamental tomar medidas específicas para evitar problemas com o Fisco e multas onerosas.

Esse é um objetivo desafiador para qualquer empresário, mas há táticas que podem ser seguidas para que as chances de receber autuações sejam minimizadas ou, até mesmo, evitadas. Nos tópicos seguintes, listamos e explicamos as melhores dicas para fazê-lo. Confira!

As 5 melhores dicas para evitar problemas com o Fisco

1. Cuide da escrituração contábil e fiscal

Todas as movimentações e registros devem ser escriturados em livros específicos, e isso inclui entradas, saídas, levantamento do estoque, razonetes, controles diários etc. Esses livros são importantes para armazenar as operações e transações realizadas pelo negócio.

As informações neles alocadas devem estar interligadas, com a finalidade de manter coerência e eliminar divergências, minimizando a ocorrência de autuações fiscais.

Atualmente os empreendedores bem-sucedidos têm conhecimentos multidisciplinares sobre finanças, contabilidade, direito empresarial e outros assuntos relevantes para tomada de decisão do negócio.

Entretanto, isso não significa que ele tenha conhecimento aprofundado sobre as matérias ou que consiga exercer as atividades próprias de um contador. Além disso, mesmo que ele soubesse, é inviável paralisar suas atividades de gestão e se dedicar às próprias dos contadores, o que torna necessário o suporte de profissionais contábeis para fazer a escrituração contábil e fiscal corretamente.

2. Tenha atenção aos prazos

O sistema tributário brasileiro é bastante rígido em relação aos prazos, de modo que qualquer atraso pode gerar consequências. É importante manter tanto as obrigações principais (recolhimento de tributos) como as obrigações acessórias (emissão de guias e documentos) para evitar que as finanças sejam prejudicadas com multas onerosas e juros de mora.

Powered by Rock Convert

Como são diversas obrigações e cada uma delas tem prazos específicos, é necessário contar o suporte de contadores especializados para minimizar as hipóteses de atrasos. Além disso, é possível retardar determinados pagamentos sem a ocorrência de multas com um bom planejamento tributário — atividade multidisciplinar que envolve profissionais de diferentes áreas, como a contábil, jurídica, de produção e marketing — o que concede mais tempo para que a empresa equilibre suas contas.

3. Atualize sua equipe

A legislação contábil e tributária está em constante mudança e atualização, sendo preciso que os colaboradores responsáveis estejam em constante estudo. Entretanto, a atualização vai além do simples estudo da lei — é preciso que os setores sejam modernizados com sistemas de gestão que integrem as áreas da empresa, realizem tarefas burocráticas, melhorem a comunicação e mais.

A tecnologia auxilia a diminuir cálculos errôneos, atrasos e outros problemas que geram autuações fiscais, como também maximiza a produtividade de todo o negócio.

4. Aposte no gerenciamento de documentos eletrônicos

Muitas vezes, os problemas com o Fisco são gerados pela falta de organização das empresas — perda de documentos, não armazenamento pelo prazo correto, alocação de informações erradas, emissão de notas fiscais do tipo errado, entre outras falhas, geram multas com o Fisco.

O bom gerenciamento de documentos usa ferramentas eletrônicas, o que garante um melhor controle dos registros, que os dados sejam encontrados mais facilmente, bem como que falhas e perdas sejam minimizadas.

5. Contrate serviços de consultoria

Pode ser bastante difícil que o empreendedor consiga evitar problemas com o Fisco, já que o tema é complexo e extenso, além de exigir estudo e atualizações constantes. É fundamental ter o apoio de uma empresa de contabilidade que ofereça serviços de consultoria. Os profissionais realizarão um diagnóstico na empresa, detectarão seus problemas e tomarão medidas para solucioná-los. Uma boa companhia ainda oferece consultoria em finanças e realiza compliance — adequação às normas — tributário, o que minimiza riscos e ajuda na tomada de decisões.

Para evitar problemas com o Fisco, é fundamental seguir as dicas listadas acima, mas nem sempre o empreendedor conseguirá fazer tudo sozinho e manualmente, sendo preciso receber auxílio de profissionais e adotar a tecnologia.

Gostou do nosso conteúdo? Receba nossas publicações diretamente em seu e-mail e gratuitamente! Basta assinar a nossa newsletter!

× Como posso te ajudar?